Linhas imaginárias: Questões e Representações de Masculinidades em Equador

Data: 19 de Maio de 2011 – 18h30

Local: FCSH/UNL, Torre B, Auditório 02

 

Daniel Matias analisou a obra literária Equador da autoria de Miguel Sousa Tavares numa pespectiva de género. Atendendo á literatura existente sobre a matéria, procurou realizar-se uma reflexão sobre as masculinidades existentes na obra, nomeadamente como são construídas e apresentadas na sua relação; quais os lugares do feminino na obra; e como se constroem as relações de poder entre os personagens. Empregando a teoria crítica feminista, procurou analisar-se quais as ideologias presentes no texto em termos de género, através de uma apresentação das dicotomias existentes, revelando assim as contradições e paradoxos que presidem às construções de género. Tendo sido concluído que a obra tem por base um projecto democrático, sugerimos pistas em como esse projecto poderá alcançar maior expressão através de uma compreensão mais pertinente das relações de género e de como estas, na sua intersecção com outras dimensões sociais, constituem elementos fundamentais para uma participação fulcral do Outono no desenho de uma sociedade mais justa.

 

Orador: Daniel Matias

(Mestre em Psicologia Comunitária – ISPA e Mestre em Estudos sobre as Mulheres (FCSH/UNL). Na área interdisciplinar dos estudos de géneros, os seus interesses de investigação recaem sobre a área das masculinidades, pesquisa colaborativa e teoria crítica, actualmente abordando as relações entre os estudos de género e os estudos (pós)coloniais.)